Tipos de busca e apreensão, com sequestro, com duplicação em campo, específica.

Tipos de Busca e Apreensão: Protegendo Evidências e Preservando a Empresa

Planejando uma Busca e Apreensão Eficaz

Como perito judicial com vasta experiência, tenho o prazer de compartilhar meus conhecimentos sobre os diferentes métodos de busca e apreensão que podem ser utilizados em investigações judiciais. Atualmente, estou envolvido em um caso específico onde a juíza decretou a busca e apreensão de dados em duas filiais de uma mesma empresa. Essa situação requer um planejamento cuidadoso para garantir que a operação seja realizada de forma eficaz e respeitosa.

Métodos de Busca e Apreensão

Existem quatro principais métodos de busca e apreensão que podem ser aplicados neste tipo de caso:

1. Busca e Apreensão com Sequestro de Bens

O primeiro método consiste na busca e apreensão de equipamentos informáticos, telemáticos, mídias digitais e documentos físicos, com o consequente sequestro desses bens. Nessa abordagem, todos os equipamentos e materiais relevantes são coletados e levados para um laboratório, onde é realizada a duplicação forense dos dados.

Essa é a abordagem mais tradicional e eficaz para preservar evidências, pois não há risco de perda ou alteração de informações. No entanto, a desvantagem é que a empresa ficará completamente “desguarnecida”, uma vez que todos os equipamentos serão removidos.

2. Busca e Apreensão de Dados com Duplicação em Campo

O segundo método envolve a busca e apreensão de dados informáticos, telemáticos, mídias digitais e documentos físicos, com a duplicação forense dos dados realizada diretamente no local. Nesse caso, não há sequestro de bens, mas a empresa ficará inacessível durante a operação, pois todos os funcionários serão afastados dos computadores.

Essa abordagem é menos invasiva para a empresa, pois os equipamentos permanecem no local. No entanto, o processo é mais demorado, pois a duplicação forense deve ser feita no próprio local, exigindo mais equipamentos e equipe.

3. Busca e Apreensão Específica

O terceiro método é a busca e apreensão de dados informáticos, telemáticos, mídias digitais e documentos físicos, mas de forma específica, apenas dos equipamentos que armazenam o alvo da investigação. Nesse caso, não há sequestro de bens, e a duplicação forense é realizada no local.

Essa opção é a mais rápida e menos onerosa, pois se concentra apenas nos equipamentos-chave. No entanto, há o risco de ignorar possíveis evidências em outros computadores ou dispositivos da empresa.

4. Busca e Apreensão Específica com Sequestro de Bens

O quarto método é uma variação do terceiro, com a diferença de que apenas o equipamento-alvo da investigação é sequestrado e levado para o laboratório, onde a duplicação forense é realizada.

Essa abordagem combina a eficácia da duplicação forense em laboratório com a menor invasão à empresa, uma vez que apenas o equipamento específico é removido.

Planejamento e Execução da Operação

No caso em questão, estamos planejando uma operação simultânea em duas filiais da mesma empresa. A estratégia é chegar em uma filial, afastar todos os funcionários e deixar a polícia tomando conta, enquanto a equipe se desloca para a segunda filial e realiza o mesmo procedimento.

Após analisar os quatro métodos, a opção escolhida foi a número 4, a busca e apreensão específica com sequestro de bens. Essa abordagem nos permite focar diretamente no equipamento-alvo, evitando a necessidade de coletar e duplicar dados de todos os computadores da empresa. Isso torna o processo mais rápido e menos oneroso, preservando a atividade da empresa durante a maior parte da operação.

É importante ressaltar que, durante todo o planejamento e execução da busca e apreensão, a equipe de peritos judiciais buscará uma abordagem mais humanizada e respeitosa, evitando ações invasivas desnecessárias. Serão utilizados os recursos policiais apenas quando necessário, e a prioridade será preservar a integridade das evidências e minimizar o impacto na rotina da empresa.

Conclusão

A busca e apreensão de dados em um ambiente empresarial requer um planejamento cuidadoso e a escolha do método mais adequado. Neste caso específico, a opção pela busca e apreensão específica com sequestro de bens se mostrou a mais apropriada, pois permite obter as evidências necessárias sem causar um impacto excessivo na empresa.

Como perito judicial, meu objetivo é sempre equilibrar a eficácia da investigação com o respeito à empresa e seus funcionários. Dessa forma, podemos garantir que a justiça seja feita de maneira justa e eficiente.

Se você tiver alguma dúvida ou sugestão adicional sobre os métodos de busca e apreensão, fique à vontade para compartilhar nos comentários. Estou aqui para esclarecer qualquer questão e aprimorar continuamente nossas práticas.

Made with VideoToBlog

Nosso canal: https://www.youtube.com/@PericiaJudicial
Nossos grupos: https://fala.host/grupos
Laudos e artigos: https://periciajudicial.zsistemas.com.br
Cartão de visitas: https://fala.host/C/Perito
Calculadora de honorários online: https://fala.host/calculadoradehonorarios
Cadastre-se em nosso Banco de Peritos:
https://fala.host/bancodeperitos
5 Passos de como se tornar um Perito Judicial: https://periciajudicial.zsistemas.com.br/index.php/2023/09/27/5-cinco-passos-para-se-tornar-um-perito-judicial
Crie o seu cartão de visitas virtual grátis:
https://fala.host/cartao
#periciajudicial #periciaextrajudicial #pericia #peritos #objetopericial #investigação #assistentetécnico #CREA #NBR #abnt #engenharia #engenheiro